Exposição Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito

cartaza4_-eeqh_lisboa2017_aml

O Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) desafiou os jovens em cumprimento de medida tutelar de internamento nos Centros Educativos a captarem imagens do espaço onde se encontram e da cidade que os acolhe. As fotografias podem ser vistas já a partir do próximo dia 11 de Fevereiro, no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico.

Este desafio lançado no âmbito do projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” dividiu-se, essencialmente, em quatro partes: na construção de câmaras pinhole por cada um dos jovens, na escolha dos locais a fotografar, na revelação e escolha das imagens captadas e na construção de um diário onde os jovens foram registando o processo criativo e aquilo que foram sentindo e aprendendo ao longo do projeto.

Nesta etapa final é dado a conhecer ao público as imagens que os jovens captaram nas várias cidades por onde o projeto passou. A exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” vai estar patente no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, em Lisboa, de 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017.

O MEF levou este projeto a 180 jovens dos Centros Educativos das cidades de Lisboa, Coimbra, Guarda e Porto, por onde esta exposição foi passando ao longo dos últimos meses.

O projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” é financiado pelo programa PARTIS – Práticas Artísticas para Inclusão Social da Fundação Calouste Gulbenkian.

Objetivos do projeto
O MEF, numa perspetiva de continuidade de projetos anteriores de Integração pela Arte, pretende com o projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” trabalhar com os jovens questões como a motivação, o desenvolvimento das capacidades de observação e reflexão das expressões artísticas, mas também o desenvolvimento e descoberta pessoal, a promoção da auto-estima e confiança, bem como a capacidade de partilha e cooperação.

Exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito”
Local: Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico
Morada: Rua da Palma,  246, 1100 – 394 Lisboa
Horário: de segunda a sábado das 10h00 às 19h00
Datas de exposição: 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017
Inauguração: 11 de Fevereiro pelas 17h00


Este Espaço Que Habito no Jornal Público

Refletir o momento e o espaço em que vivem através da imagem é a proposta de “Este Espaço Que Habito”. As memórias e a saudade são o que mais vive nas fotografias de 180 jovens que cumprem medidas tutelares de internamento em centro educativos.

Serviço Educativo do Museu Coleção Berardo, parceiro do projecto Imagine Conceptuale.

14908298_1355112947832292_8928019681047536737_n

Em parceria com o Museu Coleção Berardo, o MEF, através  do projecto IMAGINE CONCEPTUALE, desafiou o Serviço Educativo do Museu para que sejam explorados caminhos que têm como objectivo o de facilitar o acesso à obra de arte por pessoas com deficiência visual.

img_20161107_110800

#mef #imagineconceptuale #partisfcg #integrarpelaarte #museuberardo


 

O projecto Imagine Conceptuale no Museu Coleção Berardo

No passado dia 17 de Outubro, realizámos a visita temática “Para além da Imagem”, no Museu Coleção Berardo, com alguns dos participantes no projecto Imagine Conceptuale, e com o apoio da APEDV – Associação Promotora de Emprego de Deficientes Visuais, com o objectivo de construir uma plataforma que permita uma maior acessibilidade das pessoas com deficiência visual às obras de arte visuais.

Nesta visita convidámos os participantes a trabalhar em dois movimentos artísticos, o Surrealismo e o Expressionismo Abstrato, onde foram desafiados a realizar exercícios de registo gráfico e de expressão artística.

Agradecemos ao serviço educativo do Museu Coleção Berardo por ser parceiro neste desafio.

#mef #imagineconceptuale #partisfcg #integrarpelaarte #museuberardo 

Fotografia de Luís Rocha / MEF


Sala da Cidade acolhe exposição de fotografia, em Coimbra

A exposição Este Espaço Que Habito, já foi apresentada na Galeria de Arte do Paço da Cultura do Município da Guarda, na Casa das Artes no Porto, na Maria Pia Galeria em Lisboa e está agora patente na Sala da Cidade, em Coimbra, até ao próximo dia 19 de novembro. Em 2017, será apresentada no Arquivo Municipal de Lisboa – Fotográfico.


captura-de-ecra-2016-10-16-as-20-20-28
Clicar na imagem para aceder ao artigo

#mef #eeqh #esteespacoquehabito #integrarpelaarte #partisfcg


 

5 momentos do Imagine Conceptuale

dscf4671dscf1555dscf1233dscf1179dscf1080

Partilhamos 5 momentos fotográficos da terceira fase do projeto Imagine Conceptuale, realizados com os participantes da entidades parceiras do projeto: Associação Promotora de Emprego de Deficientes Visuais, Centro de Reabilitação Nossa Senhora dos Anjos, Fundação Raquel e Martin Sain e Lar Branco Rodrigues.

Agradecemos ao teatro A Barraca e aos atores: Adérito Lopes, Carolina Parreira, João Maria Pinto, Ruben  Garcia, Samuel Moura, Sérgio Moras, Sónia Barradas (elenco de “1936, o Ano da morte de Ricardo Reis”). Agradecimentos à produtora Paula Coelho, ao bailarino Filipe Baracho e ao técnico de luz Paulo Vargues pela colaboração.


O Imagine Conceptuale deslocou-se ao Aliança Undergound Museum.

DSCF0085

Nesta passada quarta-feira, o Imagine Conceptuale, deslocou-se ao Aliança Undergound  Museum das caves Aliança Vinhos de Portugal,  com dois participantes do projecto entre outros amigos. Solicitados para a possibilidade de providenciarem uma visita mais inclusiva, a direção do Museu respondeu afirmativamente, identificando as peças que possibilitariam a parte táctil e com uma descrição mais pormenorizada de algumas das obras.

DSCF0171

Agradecemos à equipa do Aliança Underground Museum toda a disponibilidade demonstrada.


O Imagine Conceptuale termina a intervenção em Viana do Castelo

Encerramos o projecto Imagine Conceptuale em Viana do Castelo, realizado em colaboração com uma das entidades parceiras do projeto: Iris Inclusiva.

::

Iniciámos com o José Oliveira o trabalhar as correntes artísticas (Impressionismo, Surrealismo e Expressionismo).

©LuisRocha1
“reconstituição” do quadro O Grito de Munch.

Com a Sofia Marques Ferreira, trabalhámos junto dos jovens participantes, da ideia à concretização da imagem.

13669363_676174815880719_4749107042326171251_o
Na fotografia Sofia Marques Ferreira e Tânia Araújo discutem a ideia da imagem a realizar com o Pedro, um dos jovens participantes no projeto.

Durante duas semanas, realizámos as sessões fotográficas de acordo com as ideias debatidas .

13640721_680815278750006_7770960836348511235_o
A Maria criou o seu imaginário em plasticina e fotografou, um mundo feito de sonhos.
13735060_682004398631094_874336432429511484_o
A Marta fotografou, em partilha com os avós, todo o processo de fabrico do pão, desde o amassar até ao sair do forno.
13691103_1260187710658150_2642648080278422610_o
Pormenor do cenário construído para a fotografia do Bruno.
13737532_678943772270490_8290377810853313636_o
Alguns dos acessórios utilizados na criação da imagem do Paulo.
_DSC0253
Tânia Araújo e o Fábio a construírem a imagem.

As imagens realizadas foram selecionadas pelos participantes.

13679975_683074751857392_4344402226350982926_o
O Fábio fotografou e selecionou a imagem final em conjunto com a família.
DSCF0951
A Marta a selecionar as fotografias, finalizou com uma reportagem fotográfica de 12 imagens.

Realizámos uma visita ao Museu da Fundação Cupertino de Miranda, Centro de Estudos do Surrealismo.

DSCF0403
Joana Rosa de Sousa dos Serviços Educativos.

Realizámos uma fotografia de grupo em processo “a la minute”.

20160713_IC_VdC_©LuisRocha_057
Fotografia de grupo, Sr. Manuel, Fotógrafo.
20160713_IC_VdC_©LuisRocha_047
Santuário de Santa Luzia, Viana do Castelo.

Finalizámos com a apresentação dos trabalhos à equipa da Iris Inclusiva e a todos os participantes no projeto.

DSCF1382


Queremos agradecer aos jovens e a todos os seus familiares que nos receberam, acreditaram e apoiaram desde o início o Imagine Conceptuale, sem o seu apoio, não teria sido possível.

Agradecimento a toda a equipa da Iris Inclusiva, ao Museu do Surrealismo e a Teresa Verde Cerqueira por todo o apoio. 

Um projeto integrado no Programa PARTIS, da Fundação Calouste Gulbenkian e em parceria institucional com: Associação de Apoio e Informação a Cegos e AmblíopesAssociação Promotora de Emprego de Deficientes Visuais, Centro de Reabilitação Nossa Senhora dos Anjos, Fundação Raquel e Martin Sain, Íris Inclusiva – Associação de Cegos e Amblíopes, Lar Branco RodriguesParceria cultural com a Acesso Cultura, Barbado Gallery e FUJIFILM Portugal.


#‎mef‬ ‪#‎partisfcg‬ ‪#‎ImagineConceptuale‬ ‪#‎integrarpelaarte‬

Fotografias de Luís Rocha/MEF


Movimento de Expressão Fotográfica

%d bloggers like this: