IMAGEM DO SENTIR (2011)

Captura de ecrã 2015-05-15, às 04.09.41A fotografia pode ser entendida como uma expressão e esta pode ser captada de diversas maneiras: pelo som, pelo silêncio, pela força, estímulo de sentidos e sentimentos, para que num determinado momento seja percebida e possa mais tarde ser contemplada.

Preocupações em retratar e expor um quotidiano, feito de imagens percebidas de uma maneira não convencional àqueles que vêem e possibilitar àqueles que não vêem mais um canal de expressão. Este foi o desafio que o MEF – Movimento de Expressão Fotográfica fez ao Centro Helen Keller através deste projecto, com o objectivo de fomentar uma aprendizagem da técnica fotográfica, capaz de ultrapassar diversos obstáculos até então imperceptíveis, numa procura da imagem estética reveladora de todo um universo imagético.

Este projecto foi orientado pela professora Sara Grande e pelo auxiliar Henrique Menezes da sala de recursos do Centro Helen Keller e pelos fotógrafos Luís Rocha e Tânia Araújo do MEF – Movimento de Expressão fotográfica. Participaram neste projecto utentes do gabinete de actividades ocupacionais, alunos do 1º ciclo e alunos da sala de recursos.

A produção de fotografia em relevo e a descrição em Braille das imagens fotográficas teve a colaboração dos técnicos de Apoio Braille do Centro Helen Keller.

Este projecto teve o apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa.

Fotografia-nº(05B).

Fotografia nº(05A).Fotografia-nº(02A).Fotografia nº(02B).

Captura de ecrã 2015-05-15, às 04.08.09Captura de ecrã 2015-05-15, às 04.07.54


Anúncios

Movimento de Expressão Fotográfica