Paisagens do Vento (2009)

ligoij

No seguimento de todo o projecto Imagine Conceptuale (primeiro projecto realizado no âmbito do programa “Integrar pela Arte” onde se trabalhou com pessoas com deficiência visual), foi sempre dada primazia à utilização do som enquanto descrição e identificação da imagem, nasceu o projecto Paisagens do Vento, onde se procurou abordar a realização de imagens onde a própria imagem não se encontra, tomando-se o caminho da verdadeira conceptualização da imagem fotográfica. Para isso recorremos ao som identificativo dos lugares ou assuntos como percepção espacial.

Convidámos mais uma vez a Associação Promotora de Emprego para Deficientes Visuais (APEDV) a desenvolver este projecto em parceria com o Movimento de Expressão Fotográfica – MEF e com a Oficina da Fotografia da CML (espaço que na altura dinamizávamos), o projecto passou por diversas fases, partindo da captação de imagens e som, à sua interpretação, terminando na exposição pública das mesmas em local público, exposição que foi dividida por salas estanques ao som de modo a permitir uma separação de ambiências entre imagens.

A exposição teve por base a instalação de imagens tácteis numa edifício público de Lisboa, sendo uma sala por cada autor, contendo várias imagens tacteáveis, sendo as mesmas representativas de um som ambiente. As imagens foram apresentadas pelo tacto e na ausência de qualquer elemento visual. Foram distribuídas vendas à entrada de cada sala para reforçar a ausência de elementos visuais às pessoas não cegas.

Paisagens_do_Vento
Cartaz da Exposição, Palácio Verride, Lisboa 2009
Projecto Paisagens do Vento_MEF (5)b
Imagem em alto-relevo, som da Lota
Paisagens Do Vento - Imagem em Alto Relevo
Imagem em alto-relevo, som do Vento

Anúncios

Movimento de Expressão Fotográfica